Selecione seu país

X
Massagem do bebê

Massagem do bebê

Em torno do bem-estar

Os bebês adoram toques suaves. Eles são especialmente agradáveis quando as crianças não se sentem. Nos três primeiros meses, muitas crianças sofrem com a chamada cólica dos lactentes. Uma massagem suave proporciona tranquilidade e permite aliviar as cólicas. A partir da quarta semana, os recém-nascidos já estão preparados para isso: ele pode ser massageados todos os dias.

O momento perfeito

Os bebês aproveitam melhor a massagem quando não têm fome e dormiram bem. Mais ou menos uma hora antes ou depois de uma refeição ou depois do banho é o momento ideal para isso. Se aplicada regularmente, a massagem para os bebês pode aliviar flatulência e evitar cólicas.

O toque agradável

Mãos aquecidas proporcionam uma sensação agradável para a massagem. Os pais friccionam algumas gotas de óleo nas mãos e já estão prontos: para começar movimentos acariciadores da cabecinha aos pezinhos dos bebê. Depois desse início suave, os toques diferentes proporcionam uma descontração completa.

Atenção! Para oferecer a descontração perfeita aos bebês, é recomendável antes da primeira sessão contatar profissionais treinados em massagem para bebês (por exemplo, parteiras, enfermeiras, treinadoras de cursos de massagem para bebês). Elas mostram aos pais como executar toques perfeitos.

Em torno do bem-estar

  • A grande descontração começa com uma atmosfera tranquila.
  • Para os bebês, a temperatura de bem-estar absoluto está entre 23 e 26 °C.
  • Para se sentirem mais confortáveis eles precisam estar sobre uma base macia e espessa.
  • Respirar fundo: durante a massagem os pais também se descontraem.
  • Tempo a dois: os pais deixam-se levar pelo bebê e pelas suas reações.

Os bebês com roupas quentinhas descansam nos braços dos pais. Assim, o aconchego a dois está garantido e as queixas de cólicas são esquecidas rapidamente.

Equipe perfeita contra cólicas: massagem e yoga

Certo e errado

  • Utilizar óleos naturais sem perfume, por exemplo, óleo de gergelim, jojoba ou óleo de amêndoas. Aquecer ligeiramente antes de inciar a massagem.
  • Observar a simetria (por exemplo, massagear quatro vezes o braço esquerdo e quatro vezes o braço direito.)
  • Duração: poucos minutos, até 15 minutos para bebês e de 30 a 40 minutos para crianças de dois a três anos.
  • Não massagear crianças doentes ou agitadas.
  • Para inciar a massagem, a criança deve ter despertado pelo menos quinze minutos antes e não haver ingerido líquidos durante a última hora.
  • Somente massagistas descontraídas fazem bem ao bebê.

A Internet, DVDs e livros oferecem instruções sobre a massagem para bebês. Após frequentar um curso,  tem-se mais segurança nas técnicas e provavelmente pode-se também chegar a conhecer novas pessoas.

X