Selecione seu país

X
0-3 meses0-3 meses

0-3 meses

Você e o seu pequeno tesouro

Parabéns pela gravidez! Irá perceber rapidamente que o seu bebé já está equipado para explorar e descobrir o mundo ao seu redor. E está igualmente animada para saber tudo sobre o seu bebé. Insira a data prevista do parto no nosso calendário de desenvolvimento do bebé e receberá um boletim informativo prático com informações valiosas sobre o desenvolvimento do seu filho até ao 3o. aniversário dele. Explore aqui para descobrir diversos conselhos e dicas úteis sobre diversos assuntos, como uma massagem de bebé com a qual os dois podem relaxar e que também ajuda a aliviar problemas digestivos do bebé. Aqui também encontrará diversos artigos sobre a amamentação, fórmulas para bebés, biberões e informações para a esterilização correta. E para que a diversão não termine, também temos um horóscopo do bebé e dicas para fazer um anúncio criativo do nascimento. Divirta-se!

Meu bebê

Muito interessante!

O bebé acaba de chegar a este novo mundo e está a morrer de vontade de conhecê-lo. Naturalmente, para ele a pessoa mais importante é a mãe. Ele recebe-a com os olhos radiantes. Tudo o que o rodeia também está à espera de ser descoberto, com todos os sentidos.

Aprender para a vida

O bebé quer agarrar tudo, mesmo que no início não consiga segurá-lo nas suas mãos. Mas, com o tempo, as mãozinhas do bebé tornam-se mais hábeis e, finalmente, consegue brincar e agitar o tão desejado brinquedo. Quando os adultos falam, ele imita os movimentos da boca e as pessoas são recompensadas com o primeiro sorriso radiante!

Massagem do bebê

À volta do bem-estar

Os bebés adoram toques suaves. Eles são especialmente agradáveis quando as crianças não se sentem confortáveis. Nos três primeiros meses, muitas crianças sofrem com a chamada cólica dos lactentes. Uma massagem suave proporciona tranquilidade e permite aliviar as cólicas. A partir da quarta semana, os recém-nascidos já estão preparados para isso: eles podem ser massajados todos os dias.

O momento perfeito

Os bebés aproveitam melhor a massagem quando não têm fome e dormiram bem. Mais ou menos uma hora antes ou depois de uma refeição ou depois do banho é o momento ideal para isso. Se aplicada regularmente, a massagem para os bebés pode aliviar flatulência e evitar cólicas.

O toque agradável

Mãos aquecidas proporcionam uma sensação agradável para a massagem. Os pais friccionam algumas gotas de óleo nas mãos e já estão prontos: para começar, movimentos acariciadores da cabecinha aos pezinhos dos bebés. Depois desse início suave, os toques diferentes proporcionam uma descontração completa.

Atenção! Para oferecer a descontração perfeita aos bebés, é recomendável antes da primeira sessão contactar profissionais treinados em massagem para bebés (por exemplo, parteiras, enfermeiras, formadoras de cursos de massagem para bebés). Elas mostram aos pais como executar toques perfeitos.

À volta do bem-estar

  • A grande descontração começa com uma atmosfera tranquila.
  • Para os bebés, a temperatura de bem-estar absoluto está entre 23 e 26 °C.
  • Para se sentirem mais confortáveis eles precisam de estar sobre uma base macia e espessa.
  • Respirar fundo: durante a massagem os pais também se descontraem.
  • Tempo a dois: os pais deixam-se levar pelo bebé e pelas suas reações.

Os bebés com roupas quentinhas descansam nos braços dos pais. Assim, o aconchego a dois está garantido e as queixas de cólicas são rapidamente esquecidas.

Equipa perfeita contra cólicas: massagem e yoga

Certo e errado

  • Utilizar óleos naturais sem perfume, por exemplo, óleo de gergelim, jojoba ou óleo de amêndoas. Aquecer ligeiramente antes de iniciar a massagem.
  • Observar a simetria (por exemplo, massagear quatro vezes o braço esquerdo e quatro vezes o braço direito).
  • Duração: poucos minutos, até 15 minutos para bebés e de 30 a 40 minutos para crianças de dois a três anos.
  • Não massajar crianças doentes ou agitadas.
  • Para iniciar a massagem, a criança deve ter despertado pelo menos quinze minutos antes e não ter ingerido líquidos durante a última hora.
  • Apenas massagistas descontraídas fazem bem ao bebé.

A Internet, DVDs e livros oferecem instruções sobre a massagem para bebés. Após frequentar um curso, tem-se mais segurança nas técnicas e provavelmente pode-se também chegar a conhecer novas pessoas.

Alimentação saudável para as mães lactantes

Leite materno – a mistura mega

Amamentação, todos os especialistas concordam que é o melhor para o bebé. Por motivos práticos: o leite materno está sempre ao alcance, na temperatura certa e livre de germes. E por motivos de saúde:

  • o leite materno contém tudo de que os bebés precisam nos primeiros meses: vitaminas, sais minerais, gordura saudável, hidratos de carbono, defesa imunológica.
  • o leite materno adapta-se relativamente à quantidade e à composição automaticamente às necessidades da criança. A sua composição é variável, os componentes variam também durante o processo de amamentação, de modo individual e exatamente como o bebé precisa.
  • A sucção no seio estimula não só a relação entre a mãe e a criança, mas também o desenvolvimento dos músculos da mandíbula e do rosto, o que será útil mais tarde para aprender a comer e a falar.
  • Os bebés amamentados são tendencialmente menos propensos a infeções e alergias, diabetes e obesidade.
  • As mães lactantes também são mais saudáveis: infeções puerperais são mais raras e o Centro Alemão de Pesquisa do Cancro comprova um menor risco de cancro da mama.
  • Além disso, a amamentação ajuda na recuperação: ela ajuda a sentir-se rapidamente de novo em forma. Ela é de fácil digestão. Assim, os distúrbios de estômago e de intestino ocorrem raramente.

Alimentação saudável para as mães lactantes

Alimentação saudável e suficiente – sim, naturalmente. Período de amamentação e dieta não combinam. O antigo ditado de "comer por dois", está, no entanto, ultrapassado. As mulheres lactantes precisam de aproximadamente apenas 250 a no máximo 500 calorias mais do que as não lactantes: uma boa sanduíche de queijo já é suficiente

O que também faz bem:

  • Cálcio: em legumes verdes, gergelim preto (tem oito vezes mais cálcio do que leite, o ideal é ingerir duas colheres de sopa por dia), produtos de soja, tofu, figos ou tâmaras.
  • Iodo: em peixes de água salgada e sal de cozinha iodado.
  • Proteína: em ovos, carnes e cereais. Leguminosas e laticínios também contêm proteínas, mas devem ser evitados em caso de flatulência.
  • Gordura: sim, mas apenas de alta qualidade, por exemplo em óleos prensados a frio.
  • Frutas e legumes: bons também crus. Citrinos, kiwis, morangos, tomates, pimentos e alguns sumos não são, no entanto, indicados para bebés, porque causam dor na evacuação.
  • Lanches: pequenas refeições intermediárias dão energia, como queijos, iogurte, pão integral, granola e salada.
  • Líquidos: muito importante! Reduza, no entanto, o café (no máximo uma chávena por dia, de preferência logo após amamentar, para que o corpo possa digerir). Elimine completamente o álcool. Restrição para chás: sálvia e menta podem reduzir a quantidade de leite.
  • "Turbos de leite": alimentos que estimulam a produção de leite, como compota de damascos, sopa de carne de vaca ou aves com ovo, sementes de abóbora com mel.

É fácil observar do que alguns bebés não gostam pela flatulência, dor ou pelo sabor. Os alimentos "suspeitos" são repolho, cebola, alho, citrinos, mas também chocolate, nozes e bebidas gasosas. Basta ingerir um pouco mais ou menos de cada alimento e observar a reação da criança.

Muitas vezes recomenda-se que as mulheres lactantes bebam muito leite. Não siga esse conselho! Precisamente no caso de bebés com flatulência, recomenda-se a abstenção completa de produtos de leite de vaca. O leite de vaca gordo é transferido a partir de uma certa quantidade para o leite materno, podendo provocar flatulência e alergias ao leite de vaca.

Amamentação: rotina de amor, bem relaxada

Relaxar, procurar, sugar

Nas primeiras horas de vida o reflexo de sucção nos bebés é particularmente forte. Mal eles começam a relaxar após o nascimento, já procuram a mama. E ela está bem cheia, porque no pós-parto, a hormona formadora de leite prolactina produz integralmente o seu efeito. Importante para a primeira amamentação:

  • Colocar o bebé junto a ambas as mamas para que ele se habitue logo à troca.
  • Muita calma, sem qualquer preocupação em obter sucesso. Às vezes é necessário uma brincadeira recíproca, tudo bem.
  • Se a amamentação imediata não for possível, deve bombear-se o leite ou removê-lo manualmente para que a produção não se interrompa.


Informação médica MAM

Por trás da amamentação estão hormonas e reflexos que são ativados pelo bebé com a sucção:

  • A prolactina estimula a produção do leite.
  • A ocitocina provoca a contração das células musculares, pressionando então o leite para em direção ao mamilo.
  • Este chamado "reflexo de ejeção do leite" é provocado várias vezes durante uma amamentação; ele ocorre em ambas as mamas ao mesmo tempo, podendo então vazar um pouco.
  • Algumas mães sentem o reflexo fortemente, outras quase não o sentem.
  • Nas primíparas, podem ser necessários inicialmente até dez minutos até que a sucção da criança provoque o reflexo.

Os bebés e o reflexo de sucção: Este comportamento é inato, as crianças praticam a sucção já durante a gestação e sentem-na como algo reconfortante. Um toque suave na boca ou na bochecha, com a mama ou o dedo, provoca seguramente o reflexo.

Pequenos passos para a equipa perfeita

Relaxe, por favor: a amamentação materna nem sempre é logo perfeita. Às vezes a mãe e criança devem adaptar-se entre si, mas depois disso tudo fica mais fácil. E simplesmente extraordinário!

A amamentação oferece proteção. As primeiras experiências táteis, olfativas e visuais após o nascimento são a base para o bom relacionamento. Também o bebé deve relaxar um pouco após o nascimento e, em seguida, ele procura imediatamente a mama.

A amamentação traz felicidade. As hormonas garantem uma sensação incomparável de felicidade para a mãe que alimenta o seu bebé.

A amamentação é proximidade. Através da sessão de amamentação a cada duas ou três horas, a intimidade está pré-programada. Dica: integrar o parceiro.

A amamentação exige calma. O telefone pode ser desligado e os e-mails podem esperar. Além do uso do corpo, é necessário principalmente no início muita concentração mental para aprender a entender os sinais da criança.

A amamentação é compreensão. O próprio instinto pode ser seguido tranquilamente. Desde muito cedo as mães reconhecem os sinais de fome, o ritmo de amamentação e as preferências de gosto dos seus filhos.

A amamentação mantém a saúde. E não só a dos bebés através da energia para o crescimento e anticorpos, mas também a das mães.

A amamentação é um remédio. Uma gota de leite materno contém milhares de células curativas, ideais para o cuidado do umbigo, para olhos ligeiramente inflamados ou para ferimentos no rabinho. Basta pressionar ou bombear um pouco do leite e aplicar com os dedos, naturalmente só com as mãos limpas.

A amamentação é uma aprendizagem. É possível ver, ouvir ou sentir se a sucção é correta: a boca do bebé envolve todo o mamilo e a aréola, a tensão no seio diminui, ouve-se a deglutição e logo depois a digestão. Um bebé satisfeito relaxa as mãozinhas.

A amamentação é um trabalho de equipa. Só quando ambos os participantes estão bem é que está tudo bem. Por isso, não há nenhum problema em bombear o leite ou despertar suavemente o bebé quando a pausa de amamentação dura muito.

Comunicar o Nascimento do Bebê

A primeira correspondência

Já chegou? Menina ou menino?
Nome? Peso? A cor dos olhos?

Muitas perguntas, uma só resposta: comunicar o nascimento, tão especial como o bebé.

Tendências atuais para comunicar o nascimento:

  • Estilo álbum de recortes – é muito atual: fotos, recortes, recordações, desenhos e notas escritas à mão.
  • Fotografia – a melhor foto do bebé, com ou sem os pais, formato cartão postal.
  • Marca dos pés e das mãos – reprodução dos pés e das mãos do seu bebé realizada com aguarela. Empresta um toque muito pessoal aos cartões clássicos.
  • Mensagem do bebé via e-mail – uma mensagem coletiva, que agrada sempre a todos, talvez até com um arquivo áudio ou vídeo, como o "meu primeiro sorriso". Não coloque muitos endereços de uma só vez, porque o filtro Spam pode rejeitar...
  • Papel vergé impresso com letras douradas – uma alternativa clássica elegante.

Retribuição em forma de votos de felicidade

Tanto faz ser preparado por um profissional ou por si, o que conta é a ideia. As inúmeras mensagens de felicitações que receberá em resposta tornarão ainda mais encantadora a chegada do seu bebé.

X