Selecione seu país

X
4-6 meses4-6 meses

4-6 meses

A autoconfiança aumenta

A autoconfiança do seu bebé faz agora grandes progressos. Nesta fase, os bebés começam a explorar os seus dedos do pé com as mãos, e a colocá-los na boca! Além disso, o seu bebé vai começar a balbuciar sons para si mesmo, como se estivesse a tentar falar. Aproximadamente a partir dos 5 meses de idade, é hora de começar a experimentar outras comidas, como pequenas quantidades de papa de aveia ou banana. Observe o seu bebé: Ele irá avisar quando já está satisfeito. E ele irá entrar no ritmo rapidamente. Agora é o momento certo para voltar a ficar em forma. Isso não irá acontecer da noite para o dia, mas o objetivo está próximo! Além disso, pode começar a desenvolver um ritmo regular de sono, utilizando uma hora fixa para dormir. Pense em todas as fotos do seu bebé que vai tirar, vai admirá-lo cada vez mais! Reunimos algumas ideias de fotos para que as suas fotos fiquem muito boas.

O meu bebê

Mas este sou eu!

Não só as coisas que acontecem ao redor do seu filho são emocionantes e interessantes, também a autoconfiança do bebé dá um grande salto quando, em viagem de exploração, usa as suas mãos para descobrir os dedos do pé. Agarra-os e tenta logo enfiá-los na boca. A propósito, durante os próximos meses, isto vale para quase tudo o que estiver ao seu alcance.

Quero contar uma coisa

Todos sabem como é difícil aprender uma língua estrangeira. Entretanto, aprender a língua do bebé é um verdadeiro desafio. Os primeiros sons ininteligíveis, emitidos pelo bebé, começam lentamente a tornar-se compreensíveis. De vez em quando, a criança balbucia como se estivesse perdida em pensamentos, mas já sabe como mudar o tom de voz para obter o que deseja.

Higiene oral desde o início

Causas de cáries e consequências

As bactérias provocam cáries - elas transformam o açúcar dos alimentos em ácido, danificando a superfície dos dentes. Contudo, os microrganismos não são produzidos na boca da criança, mas sim transmitidos pela saliva – muitas vezes das pessoas mais próximas.

Cronologia de desenvolvimento da dentição

O desenvolvimento da dentição começa na sexta semana de gravidez.

  • Quando o bebé nasce, as coroas dos dentes de leite já estão formadas.
  • Os primeiros dentes ficam normalmente visíveis entre os seis e oito meses de vida.
  • A dentição de leite completa é composta por oito incisivos, quatro caninos e oito molares.

A higiene oral correta

A higiene oral começa quando o bebé nasce. No início, convém usar um pano de microfibras macio (MAM Oral Care Rabbit), para limpar os maxilares do bebé e para habituar a criança ao ato de limpeza diária. Quando começar a aparecer o primeiro dente, então começa a higiene oral a sério. É necessário marcar a primeira consulta no dentista e os pais devem cuidar dos dentes da criança com escovas de dentes especiais para bebés (MAM Training Brush). Se o bebé estiver a tomar medicamentos, o dentista decidirá sobre a necessidade de profilaxia.

Escovagem dos dentes e pasta dentífrica

  • Para os bebés todas as noites, após o jantar.
  • As crianças pequenas devem escovar os dentes de manhã e à noite.
  • A escovagem deve ser feita com uma escova de dentes para bebés e uma pasta dentífrica com flúor e sem sabor (500 ppm de flúor). O dentista poderá fornecer-lhe informações sobre a absorção correta de flúor.
  • Com as escovas de dentes da MAM a dosagem é simples: aplicar a pasta dentífrica apenas nos filamentos cor-de-rosa. Para bebés basta uma camada muito fina e para crianças pequenas o ideal é uma quantidade do tamanho de uma ervilha.

Técnica de escovagem dos dentes

A “técnica MEI” é o segredo de uma boa higiene oral:

  • Primeiro escova-se a superfície de mastigação dos dentes (M), depois a exterior (E) e por fim a interior (I).
  • A ordem é "do vermelho para o branco", ou seja, no sentido da gengiva para o dente.
  • Os pais são os modelos para as crianças – incluindo na higiene oral! As crianças gostam de escovar os dentes sozinhas com a sua própria escova de dentes (MAM First Brush).
  • Uma vez que não dominam perfeitamente a técnica até à idade escolar, é importante a supervisão dos pais na escovagem até aos 8 anos de idade.

Posições de escovagem dos dentes

  • Começa-se em posição deitada: para o ato de higiene oral, o bebé está deitado no fraldário ou na cama. A limpeza é mais fácil se os pais levantarem ligeiramente os lábios do bebé.
  • Se o bebé já se sentar numa cadeira alta ou no colo, chegou a altura da “posição junto ao coração”: o progenitor coloca-se por trás da criança e envolve carinhosamente a cabeça com a sua mão esquerda. Assim, a criança fica encostada ao peito do progenitor e ouve o ritmo cardíaco calmante. Com o dedo indicador esquerdo o adulto levanta ligeiramente os lábios da criança e com a mão direita escova os dentes.

Uma boa alimentação

Os bebés aprendem a ter uma boa higiene oral e uma alimentação saudável com os pais:

  • Comer em conjunto e a horas certas
  • Beber água e chá sem açúcar quando se tem sede
  • Bebidas ácidas e sumos apenas às refeições
  • Cuidado com o açúcar escondido nos alimentos
  • Doces apenas como sobremesa, não como petisco frequente entre as refeições
  • Lavar frequentemente a colher do bebé e a chupeta e nunca lambê-la
  • Na farmácia poderá encontrar doces “amigos dos dentes
  • Neutralizar através da escovagem os alimentos pegajosos e com açúcar

A primeira papa

Por volta dos 6 meses é tempo de transitar de "Mama only" para algo mais. Pode agora começar a juntar à amamentação as primeiras tentativas de papa.

O momento ideal para mudar o menu é indicado pelas próprias crianças:

Já não bolça, já consegue segurar bem a cabeça sozinho, já consegue ficar sentado - e aumenta o interesse pelo que os Grandes comem.

  • Nas primeiras tentativas da papa bastam pequenas quantidades de papa muito fina, umas 2-3 colheres de chá, que vai aumentando aos poucos.
  • "Quero mais" é o que os bebés querem dizer quando inclinam a cabeça para a frente para chegar à colher.
  • Virar a cabeça para trás e estar distraído são os sinais típicos para "Já chega".
  • Até ao primeiro aniversário, as crianças deviam comer ao ritmo da família - ou seja, pequeno-almoço, almoço e jantar. Este processo é quase natural porque os bebés mostram normalmente sinais de fome no máximo após 3-5 horas.

Saboroso desde o princípio

No início, os bebés têm tendência a rejeitar os alimentos novos por lhes serem estranhos. Para um hábito alimentar equilibrado desde o princípio, basta alternar abundantemente, ser naturalmente paciente e ter um exemplo - pois as crianças observam e aprendem muito bem com as pessoas que as rodeiam.

A consistência progride lentamente:

6– 9 Meses

  • Alimentos previamente cozidos e transformados em puré fino e solúveis (p. ex. flocos)
  • Depois papas mais firmes e alimentos em puré mais consistente (p. ex. banana esmagada)
  • Também já pode introduzir sólidos raspados (p. ex. maçã).

10-12 Meses

  • Cortar alimentos sólidos em pedaços pequenos, em cubos ou triturados (fruta, legumes – e também já um pouco daquilo que toda a família come)

O que pode e o que não pode entrar na alimentação dos bebés

Pode

  • Peixe e ovos - bem cozidos
  • Muita fruta e legumes
  • Papa - de preferência com um fio de óleo vegetal
  • Nozes moídas


Não pode

  • Mel - apenas a partir dos 2 anos
  • Ovo, peixe e carne não suficientemente cozidos
  • Alimentos que podem ser engolidos sem querer, como por exemplo nozes ou pipocas, sal, açúcar e alimentos magros
  • Carnes preparadas

Ginástica pós-natal

Voltar a ficar em forma: adeus à barriga

A gravidez acabou, o parto correu bem. O bebé está bem, em casa, são e salvo. É hora de o corpo readquirir a sua forma original!

Não se preocupe com a linha: o que se acumulou durante os últimos nove meses não pode desaparecer de um momento para outro, o bom é que desaparecerá. Agora, trata-se mais do bem-estar do que da queima de calorias. Em todo o caso, deve evitar desportos pesados poucas semanas após o parto. Para eliminar os traços dos últimos nove meses, são indicados exercícios leves para o abdómen, quadris e para as costas.

Para isso, a mãe não precisa de um instrutor, nem de equipamentos de ginástica, nem mesmo de uma baby-sitter. O bebé pode estar ao seu lado, a acompanhá-la. Fazer ginástica juntos é divertido, mesmo que se trate de exercícios muito simples:

  • Deite-se
  • Coloque o bebé sobre a barriga e segure-o cuidadosamente
  • Flexione as pernas e levante os quadris até que fiquem alinhados com as coxas
  • Tensione a região pélvica, permaneça assim por alguns segundos e volte a baixar os quadris
  • Assegure-se de que o bebé não desliza,
  • Repita o exercício várias vezes.

Exercícios como este são oferecidos em cursos, na Internet ou em revistas e podem ser feitos em casa.

São necessárias algumas semanas até que o corpo se restabeleça e recupere as suas forças para, então, poder voltar ao desporto.

Rituais de sono para o bebê

Bem relaxado no mundo dos sonhos

O seu bebé não quer dormir?
Ou então só quando tem outros planos?
Uma coisa ajuda sempre: manter-se calmo.

O sono é uma necessidade natural que faz bem e traz alegria – desde que não se torne uma obrigação irritante. Deixe que o seu bebé também sinta isso e torne a ida para a cama um prazer comum!

Rituais de sono trazem alegria e cansam.

Os rituais para adormecer não só contribuem para o relaxamento, mas podem ser muito valiosos para a relação entre pais e filhos. Não importa se prefere terminar o dia com um banho, uma história ou uma música. O importante é manter um procedimento claro ao qual o seu filho se habitue. Como inspiração, reunimos alguns rituais comprovados que podem naturalmente ser combinados uns com os outros.

  • Tomar um banho morno
  • Jogarem juntos um jogo tranquilo
  • Levar os -bonecos de peluche para a cama
  • Contar os acontecimentos do dia
  • Cantar uma canção ao bebé ou cantar juntos
  • Ouvirem juntos um audiolivro ou uma radionovela infantil
  • Tocar um instrumento musical
  • Ler histórias de boa noite
  • Acariciar ou massajar
  • Desejar boa noite
  • Fechar as cortinas e apagar a luz ou reduzir a luminosidade

Tente manter os seus rituais de sono da melhor maneira possível. Mesmo que durma fora de casa, isto pode facilitar muito para que o seu bebé adormeça em um ambiente desconhecido.

Fotos do bebê

Fotos desde o primeiro momento de vida

Para o arquivo fotográfico?
Ou no álbum de família
?
O melhor são as fotografias digitais!

Os bebés são o motivo mais popular para fotografias. É pena fazer desaparecer as lindas fotografias nos arquivos do computador. Portanto, mais ideias para fotos digitais do seu bebé.

  • Moldura digital: parece um álbum clássico. Dentro dela estão instalados o monitor LCD e a memória. À venda em lojas especializadas. Com ela pode visualizar-se alternadamente as diversas fotos do bebé.
  • Impressão digital: camisetas, chávenas ou puzzles. Com o sorriso do bebé, qualquer objeto de uso diário é motivo de alegria. Leve os arquivos para a gráfica mais próxima e poucas horas depois a sua encomenda estará pronta. Não é caro e é motivo de grande alegria.
  • Scrapbook digital: com programas gráficos especiais podem trabalhar-se cada uma das páginas do álbum. Os inúmeros elementos de decoração sobre a fotografia tornam cada página em algo único!
  • PhotoBook: o mote é ter um bom design em vez de colar fotos por toda a parte. Ofertas, instruções e programas gráficos são encontrados em "PhotoBook" na Internet. As fotos digitais podem ser simplesmente ordenadas e enviadas por e-mail a uma gráfica. Alguns dias depois o PhotoBook chega pelo correio.
  • Homepages: quem entende de Internet tem também a possibilidade de preparar uma homepage para o bebé. Nela pode fazer-se o upload ou download das fotografias mais recentes. Os avós, amigos e parentes permanecem sempre informados, mesmo que estejam longe.
  • Apresentação de slides dos aniversários: uma breve retrospetiva do aniversário é motivo de alegria para os convidados, mesmo que o aniversariante ainda seja bem jovem. A apresentação pode ser feita num monitor ou no notebook e, se disponível, projetada na parede através de um data-show. Sugestão: a apresentação pode ser ampliada a cada ano.
X