Selecione seu país

X
Schnuller

Os primeiros passos do bebê - MAM Baby

Aprender brincando

Alguns bebês dão os seus primeiros passos. Apesar de ainda ser muito diferente do seu, o mundo do bebê cresce a cada dia. O seu filho que explorar e experimentar tudo. Brinquedos estimulantes podem ser úteis. Muitos deles você mesma pode fazer. Nesta idade, você pode envolver o bebê na cozinha, esta é uma boa oportunidade para apresentar novas comidas. Quanto mais os bebês fazem sozinhos, mais eles vão querer experimentar. E no que diz respeito ao ar livre, você está equipada para qualquer aventura, com fraldas limpas, chupetas, brinquedos e etc. Também se lembre de sempre levar protetor solar com alto fator de proteção ou creme para vento e frio, dependendo do clima. Você deve passar o protetor solar no bebê com uma frequência maior do que a frequência que você passa em você mesma. Antes de você perceba, já chegou a primeira festa de aniversário dele! Leis mais sobre isso nas nossas dicas de aniversário!

Passo a passo

Ainda antes de festejar o seu primeiro aniversário, alguns bebês particularmente ágeis já dão os seus primeiros passos. Para isso, também  o sofá da sala de estar pode servir de ajuda. De qualquer maneira, os seus primeiros passos independentes aumentam consideravelmente o seu raio de ação. Isso é bom, pois os bebês querem participar de tudo.  

Meu primeiro ano no novo mundo

Com o veloz desenvolvimento do primeiro ano de vida, os orgulhosos pais têm diante dos olhos uma pequena personalidade, própria e verdadeira, com todos os seus pequenos caprichos, aversões e atividades preferidas. Meigo, brincalhão e às vezes um tanto desajeitado, o bebê inicia o seu segundo ano de vida que, com certeza, oferecerá tantas experiências e tantas emoções como os primeiros doze meses. 

Estimular os sentidos com jogos e brincadeiras

Aprender bricando, desde o início! 
A novidade: brinquedos que promovem o desenvolvimento 

Os bebês são curiosos por natureza. Eles gostam de sentir, agarrar e provar e estão sempre à procura de novas sensações. Para isso, devem ser estimulados com o brinquedo certo. 

Brinquedos interessantes de fabricação caseira 

Novas superfícies, formas atraentes, objetos em movimento, o contraste entre ruído e silêncio, entre leve e pesado. O brinquedo ideal não necessita ser comprado, você pode criá-lo facilmente.

  • Encher garrafinhas de plástico com feijão, areia, arroz ou algo semelhante. Elas fazem ruídos interessantes e rolam de modo divertido.
  • Oferecer superfícies diferentes: elaborar um grande dado com lados macios, ásperos e lisos.
  • Colecionar objetos de uso diário: uma bola de pano compacta, uma esponja de banho elástica, um pente leve, um pedaço de madeira lisa, uma lata fria, uma almofada quente, uma escova áspera...
  • Pedaços de pano podem ser usados para esconder coisas, fazer nós, flutuar ao vento. Com jeito, podem até se transformar rapidamente em uma boneca.
  • Bolas: vários tamanhos, diferentes dinâmicas e texturas e uma multiplicidade de cores fazem-nas muito atraentes.

Conselho para a segurança:  durante a brincadeira um adulto atento deve observar de perto a criança.

Como seria se as crianças cozinhassem

Basicamente, existe para a escolha dos alimentos e refeições uma boa regra de família: os pais decidem o que fazer – e as crianças decidem a quantidade que vão comer. Mas não faz mal nenhum ponderar durante as compras e a preparação, aquilo que será mais apetecido e mais divertido.

 

Dicas gourmet para cobertura de legumes

  • Papa ou puré de legumes é aborrecido. Assim que as crianças começam a mastigar, preferem mil vezes sentir e ouvir o som de mastigar a comida.
  • Poder comer com as mãos é mais divertido. Por isso, em vez da salada, servir antes uns pauzinhos de fruta ou legumes crus (cenouras, pepinos, couves-rábanos, etc. em forma de caneta) com molho de iogurte.
  • A fruta costuma ser mais apetecida do que os legumes. A solução: dois em um. Por exemplo, uvas na salada verde ou pedaços de maçã entre as cenouras raspadas.

Detalhes coloridos para um sabor saudável

  • As crianças comem ainda mais com os olhos do que a maioria dos adultos. Preparar as refeições com cores alegres e de forma criativa tem as suas vantagens. Com este truque é mais fácil misturar mesmo o menos apetecido – como os legumes no meio da salsicha ou do queijo em espetadas.
  • A decoração pontua. Se salada saudável for decorada de forma colorida com rabanetes, tomates, pedaços de pepino ou cenoura, bate qualquer salada de carne.

Crianças, risadas, cozinha

  • As crianças são curiosas por natureza. Quem as deixar ajudar na cozinha, estará a contribuir para a alegria na multiplicidade e consciência pela alimentação.
  • A destacar: levá-las também às compras e deixá-las ajudar a escolher. Pode aproveitar-se a oportunidade (pelo menos nas crianças mais velhas) para transmitir às crianças a diferença entre uma escolha boa e uma compra impulsiva e frequentemente insensata.

Lista de controle para atividades ao ar livre

Assim você está bem equipada para qualquer passeio. Sair com o bebê significa estar armada para qualquer caso e exceção. É uma tarefa difícil! Para facilitar esta tarefa, reunimos os principais conteúdos para arrumar um porta-fraldas de modo ideal. E complementado com dicas valiosas.

  • Roupa para trocar não pode faltar em nenhum passeio; o melhor é levar sempre um segundo conjunto completo.
  • Utensílios para trocar fraldas como fraldas, trocador de bebê, lenços umedecidos e pomada para assaduras fazem parte do equipamento básico. Além disso, pequenos sacos de lixo e lenços de papel são também recomendados.
  • Fralda de boca, babador, chupeta – o essencial dentro de um porta-fraldas.
  • Os primeiros brinquedos são geralmente mais importantes do que se supõe. Especialmente o brinquedo predileto deve ter sempre um lugar fixo no carrinho do bebê.
  • Conforme a estação do ano, recomenda-se um protetor solar ou no inverno um creme protetor contra o vento e o frio. Uma proteção contra a chuva também é sempre uma vantagem.
  • Alimentar com mamadeira exige uma certa preparação. O melhor é arrumar separadamente mamadeiras, garrafa térmica com água fervida e distribuidor de leite em pó e preparar no diretamente no local. Importante: Antes do preparo, lavar bem as mãos e testar a temperatura da água!
  • Pequenos lanches são para crianças maiores e logo que a alimentação sólida tiver começado

Proteção solar para bebês

Um passeio ao ar livre não só é agradável, mas também faz bem ao corpo. O sol estimula a circulação e ajuda a produzir vitamina D. O sol em excesso, porém, pode ser também prejudicial, especialmente para bebês e crianças pequenas, cuja pele é ainda muito mais fina e mais sensível do que em adultos. É extremamente importante assegurar durante cada permanência ao ar livre uma proteção adicional por protetores solares e roupas adequadas.

A regra principal para crianças é:

evitar o máximo possível a luz solar direta, especialmente nos primeiros seis meses de vida. Mesmo depois é aconselhável, por volta do meio-dia quando onde o sol está mais forte, permanecer na sombra. Isto não reduz as propriedades benéficas do sol: bastam 15 minutos à sombra para evitar uma deficiência de vitamina D. Lembre-se, no entanto, que nuvens e sombras não protegem contra radiação UV. Camisas de mangas compridas e calças, bem como chapéus e óculos de sol não podem faltar mesmo em dias nublados.

Protetores solares para bebês:

Antes de seis meses não se recomenda o uso de protetores solares porque podem ainda irritar a pele do bebê. Para bebês um pouquinho maiores utilize de preferência protetores especiais para crianças com um fator de proteção solar (LSF) de, no mínimo, 30. Isso significa que o tempo de proteção próprio da pele é prolongado por 30 vezes. Quanto mais clara a pele, menor a proteção própria – correspondentemente deve-se selecionar o LSF.

Óculos de sol para bebês

Óculos de sol não precisam ser caros, o importante é a proteção UV elevada. O fato de as lentes serem escuras, portanto, é insignificante, o que importa é o revestimento especial contra raios UV. As crianças geralmente aceitam muito bem os óculos de sol e familiarizam-se, assim, desde pequenas com eles.

As dicas mais importantes de proteção solar

  • Evitar o calor do meio-dia: tente ficar entre 10 h e 14 h à sombra!
  • Roupas leves de algodão: algodão protege melhor do que fibras sintéticas, roupas escuras melhor do que as claras.
  • Chapéu de sol ou boné de proteção: cabeça e pescoço da criança devem estar sempre bem cobertos.
  • Óculos de sol com proteção UV: observe a identificação de acordo com a norma de proteção UV!
  • Proteger à sombra: a luz UV reflete em todos os sentidos, especialmente na água ou neve.
  • Trocar a roupa molhada: tecido molhado deixa passar quase duas vezes mais radiação UV do que seco.
  • Atenção ao vento e água: a água e o vento refrescam, mas não reduzem a radiação UV.
  • Passar meticulosamente o protetor: não esqueça não as orelhas, as solas dos pés e a área ao redor dos olhos!

O primeiro aniversário

Já passou um ano? 
Um ótimo motivo para festejar! 
Dê atenção a alguns detalhes e a festa será um sucesso.

Mesmo que o pequeno aniversariante ainda não possa entender o sentido da celebração, sabe-se que bebês gostam muito de festas. Eles adoram a agitação e o ambiente alegre e, principalmente, o fato de serem o centro das atenções.

  • O convite: uma base para a sua criatividade. Veja também "A primeira correspondência". Uma boa ideia é uma pequena foto-reportagem do primeiro ano de vida.
  • A comida: os adultos ficarão felizes em comer um bolo gostoso.  A criança, provavelmente, preferirá a sua alimentação habitual, de fácil digestão. 
  • Os presentes: a criança ainda não associa "aniversário = receber presentes". As crianças sempre gostam de ganhar brinquedos adequados. O dia da festa pode ser uma ocasião para dar presentes que agradem também aos pais.
  • O programa: não é necessário oferecer entretenimento grandioso, do bufê aos jogos organizados. A primeira festa de aniversário será muito agradável se todos os adultos se ocuparem da criança com atenção e carinho.
X