Selecione seu país

Cuidados com as chupetas – noções básicas

Como e com que frequência devem ser limpas e esterilizadas as chupetas?


Os bebés têm uma necessidade básica de chupar. Acalma-os, pode aliviar dores de dentes e ajuda-os a adormecer. Isto quer dizer que utilizar uma chupeta higienicamente é extremamente importante para manter a sua criança saudável. Descubra aqui se é mesmo verdade que nunca deve lamber chupetas e com que frequência precisam de ser esterilizadas!

Mantenha as chupetas limpas – mesmo que sejam novas
As chupetas devem ser esterilizadas antes da primeira utilização. Para esterilizar uma chupeta, pode fervê-la num recipiente com água suficiente durante 5 minutos ou mergulhá-la numa mistura de água e um agente de esterilização.

Se utilizar uma solução de esterilização, não deixe a chupeta mais tempo do que o recomendado, uma vez que isto pode danificar o material. O orifício de ventilação também é importante: permite que a tetina seja comprimida na boca para que se adapte ao palato, o que é crucial para o desenvolvimento adequado do maxilar e da boca.

Esterilizar chupetas corretamente
Existem vários métodos para garantir que os germes são totalmente removidos de uma chupeta:

  • Ferver: ferva a chupeta num recipiente com água suficiente durante cerca de 5 minutos. A chupeta deve estar completamente coberta de água e deve pressionar previamente a tetina para remover o ar. Recomendamos que utilize um recipiente separado para ferver chupetas. Lembre-se de estar atenta ao nível da água quando ferver, para que o plástico não queime no recipiente!
    Utilizar uma chaleira ou simplesmente verter água a ferver sobre uma chupeta não irá funcionar, uma vez que os germes não serão eliminados porque o calor não é duradouro o suficiente.
  • Caixas práticas para chupetas: algumas chupetas são comercializadas em caixas especiais que podem ser utilizadas para esterilização no micro-ondas. Assista a este vídeo para ver como funciona. O método de esterilização de chupetas que utiliza influencia de forma significativa a sua pegada de CO2: por exemplo, a caixa de esterilização e transporte da MAM reduz as suas emissões de CO2 em até 77% e poupa energia.
  • Recipiente a vapor/vaporizador: recipientes de esterilização apropriados para micro-ondas que utilizam calor e vapor para esterilizar chupetas. Contudo, também existem dispositivos onde os biberões e/ou as chupetas podem ser esterilizados com vapor, ou seja, sem ser necessário utilizar um micro-ondas
  • Soluções de esterilização química: normalmente, estes processos implicam dissolver pastilhas em água a ferver, mergulhando os objetos a esterilizar na solução e “deixá-los de banho” durante um certo período de tempo (consulte as instruções fornecidas na embalagem).

O que necessita de ter em atenção durante a pandemia de Corona?
Durante a crise atual da COVID-19, recomendamos a definição de normas de higiene mais rigorosas do que o habitual relativamente a produtos de bebé. É aconselhável a esterilização de biberões, tetinas e chupetas antes de cada utilização. A melhor forma de esterilizar os nossos produtos é com o micro-ondas, através da função de autoesterilização do biberão Easy StartTM Anti-Colic MAM e da prática caixa esterilizadora das nossas chupetas. Este é um processo rápido e que utiliza muito menos energia em comparação com a fervura. Seguir este processo não só mata as bactérias, como também é bastante provável que reduza ou mate vírus como a COVID-19.

Até que idade é necessário esterilizar as chupetas, etc.?
As recomendações das entidades oficiais podem mudar e variar de país para país, mas, normalmente, é recomendado o seguinte:

Esterilize as chupetas até a sua criança atingir 6 a 9 meses de idade

  • Esterilize diariamente as chupetas para recém-nascidos e bebés pequenos
  • Quando começar a “fase oral” (quando o seu bebé põe tudo na boca), reduza a frequência de esterilização e limpe as chupetas com água quente e detergente
  • Não lave na máquina de lavar a louça, uma vez que os detergentes agressivos normalmente utilizados danificam o material que pode ficar quebradiço.
  • Tenha em atenção que estas indicações só se aplicam a chupetas: deve continuar a esterilizar as tetinas de biberões, uma vez que entram em contacto com leite

Lamber chupetas – sim ou não?
Se os pais lamberem as chupetas para as tentar limpar, as bactérias de cáries e outros germes podem ser transmitidos à criança. Por isso, é recomendado que não lamba as chupetas.

 

Fontes:
https://www.mambaby.com/faq/schnuller/
www.kinderarzt.at/kindergesundheit/lexikon/schnuller

X