Conselhos de especialista
Um casal negro mostra a imagem de ecografia do bebé

SEMANAS DE GRAVIDEZ

O segundo trimestre: entrar no ritmo – viver com a tua gravidez

com o especialista MAM Dr. Tony (Tao) Duan 


Na segunda das nossas três entrevistas com o Dr. Duan Tao, debruçamo-nos sobre aquilo que podes esperar experienciar durante o teu segundo trimestre. O Dr. Duan é o fundador e CEO do Grupo de Administração Hospitalar Shanghai Spring Field (China) e um especialista MAM há já vários anos.


MAM: Dr. Duan, quando é que começa e acaba o segundo trimestre?

Dr. Duan: O segundo trimestre prolonga-se entre as 14 e as 28 semanas (ou de 13 a 27 semanas, dependendo do método de cálculo).

 

MAM: O que acontece no segundo trimestre? Como é que o corpo da mulher se altera neste período?

Dr. Duan: Na realidade, o primeiro e mais esperado sintoma deste trimestre é que a mulher irá sentir a sua energia a voltar. Normalmente, o segundo trimestre é bastante agradável, pois os enjoos diminuem, a barriga de grávida ainda tem um tamanho confortável e a mulher grávida pode partilhar o entusiasmo da chegada de um novo membro da família. No entanto, ela pode esperar experienciar dores desconfortáveis, enjoos matinais, dores de cabeça ou azia. Outros efeitos secundários são menos comuns, mas perfeitamente normais, como hemorragias nasais ou excesso de pelo no corpo, possivelmente devido a um aumento das hormonas chamadas "androgénios", que promovem características masculinas.

 

MAM: Como é que o bebé se desenvolve nesta fase da gravidez?

Dr. Duan: No início do segundo trimestre, o bebé tem o tamanho aproximado de um limão. Existem agora minúsculas impressões digitais únicas e o coração bombeia 25 quartos de sangue por dia – isso é quase 24 litros. À medida que as semanas passam, o esqueleto do bebé começa a endurecer, passando de cartilagem flexível a osso, e o bebé desenvolve a capacidade de audição. Provavelmente, a grávida irá sentir o bebé a mexer pela primeira vez entre as 16 e as 22 semanas. Apesar de os bebés se mexerem no útero a partir das 7 ou 8 semanas , eles não são suficientemente grandes e os seus movimentos não são suficientemente fortes para que mães os sintam.


MAM: Quando é possível prever o sexo do bebé?

Dr. Duan: Isto pode ser feito com uma ecografia por volta das 18 às 24 semanas.

 

MAM: Que complicações podem ocorrer no segundo trimestre? Há alguma coisa que se possa fazer para as evitar?

Dr. Duan: Uma potencial complicação é a pré-eclampsia. Esta é uma doença grave caracterizada por uma pressão arterial alta. Os fatores de risco incluem um histórico anterior de pré-eclampsia, gestação múltipla – gémeos, trigémeos, etc. – hipertensão crónica e diabetes. Recomendamos que as mulheres verifiquem a sua pressão arterial sempre que visitarem o seu médico ou profissional de saúde, para a despistagem de pré-eclampsia. O parto prematuro também é uma possibilidade durante o segundo trimestre. Isto envolve contrações irregulares que fazem com que o colo do útero comece a abrir-se. As melhores formas para reduzir o risco de parto prematuro são escolhas relativas à saúde, como deixar de fumar, procurar tratamento para o abuso de drogas ou bacteriúria assintomática e manter um peso saudável.

 

MAM: O que é que se pode fazer para a preparação para o parto durante o segundo trimestre? Por exemplo, quando se deve começar a treinar o pavimento pélvico?

Dr. Duan: Pode-se fazer exercícios de Kegel a partir das 27 semanas. Estes são utilizados para fortalecer os músculos do pavimento pélvico – os músculos que suportam a uretra, a bexiga, o útero e o reto. O fortalecimento dos músculos do pavimento pélvico pode também ajudar a prevenir ou a tratar incontinência urinária de esforço, um problema que afeta até dois terços das mulheres durantes ou após a gravidez.

 

MAM: Como é que as grávidas podem manter-se saudáveis durante o segundo trimestre? Tem algumas dicas nutricionais?

Dr. Duan: As grávidas devem lembrar-se que o mais importante é consumir mais proteína, maiores quantidades de determinadas vitaminas e minerais – como ácido fólico e ferro – e mais calorias. Agora estão a alimentar dois corpos e precisam de mais energia. Acima de tudo, deve-se fazer um esforço adicional por comer de forma saudável. As grávidas devem observar a sua dieta e ver o que pode ser melhorado. É fácil encontrar informação fiável e comer refeições altamente nutritivas é uma das melhores coisas que se pode fazer para a saúde do bebé.


Fotografia: Shutterstock

"Dr. Tony Duan  Fundador e CEO  Grupo de Administração Hospitalar Shanghai Spring Field (China)"

Especialista MAM

Dr. Tony (Tao) Duan

Fundador e CEO

Grupo de Administração Hospitalar Shanghai Spring Field (China)

Produtos MAM recomendados para si

Training Brush - Escova de dentes para bebé

Cabo extra longo para partilhar o momento da escovagem

5,80 €