Uma mulher abraça um homem por trás e beija-o na cabeça

Semanas de Gravidez

A 6.ª semana de gestação

O primeiro batimento cardíaco


Na 6.ª semana de gestação, é atingido um pequeno marco: o coração começa a bater! Revelamos-te aqui todas as outras coisas que acontecem na tua barriga, ainda sem dar quaisquer sinais!

O que está a acontecer agora dentro da barriga?

No início, o primeiro batimento cardíaco é ainda muito tímido, mas extremamente rápido: o coração de um bebé bate aproximadamente duas vezes mais depressa do que o de um adulto. O pequeno disco transformou-se numa pequena minhoca. Com abertura da boca, estômago e rins que já trabalham!

O teu bebé tem agora o tamanho aproximado de uma ervilha.

O teu bebé tem agora o tamanho aproximado de uma ervilha.

Além disso, formam-se agora os pulmões, o fígado, o intestino e a tiroide. No final da pequena minhoca encontra-se ainda uma extensão semelhante a uma cauda, que desaparece com o tempo. Os braços e as pernas são muito pequenos – uns remos impercetíveis. Os olhos, as orelhas e o queixo começam também a desenvolver-se sob a forma de pequenas rugas. Aproximadamente a meio da 6.ª semana, o tubo neural – a ligação entre o cérebro e a medula espinhal – está completamente formado.

O embrião tem cerca de 5 mm de comprimento e cresce um milímetro todos os dias!

Como te sentes na 6.ª semana de gestação?

Mesmo que talvez mal possas esperar para ver o teu bebé na ecografia, é possível que o teu médico ou a tua médica apenas queira realizar o primeiro controlo na 8.ª/9.ª semana de gestação . Isto também tem um aspeto positivo, pois talvez possas evitar algumas preocupações, se, por exemplo, ainda não for possível detetar o batimento cardíaco.

Se fizeres já um exame, na maioria dos casos, é realizada uma anamnese precisa, na qual, por exemplo, são discutidas doenças preexistentes e o peso é controlado. Além disso, o teu médico ou a tua médica explica que cuidados deves ter no que diz respeito à alimentação e ao desporto. 

Nesta fase de desenvolvimento, poucos dias podem fazer uma grande diferença. Uma vez que poucas pessoas sabem exatamente quando ocorreu a fecundação, na realidade, também não é possível dizer com precisão em que fase de desenvolvimento se encontra a gravidez – por isso, no início é melhor não te preocupares se, durante o exame, não for possível ver muita coisa ou se o coração ainda não bater.

Se quiseres auxiliar a gravidez, há algo que podes fazer para ajudar: alimenta-te da forma mais saudável possível e pede aconselhamento relativamente a um suplemento nutricional com ácido fólico e outras substâncias. Neste momento, sono e descanso suficientes também fazem bem e dão energia ao teu corpo para a grande tarefa.

Muitas mulheres não sentem qualquer alteração, outras vivem uma onda de emoções fortes, como um SPM intenso. Podem existir todas as emoções – da "tristeza de morte" aos "picos de felicidade". Isto deve-se à concentração invulgar de hormonas que, na maioria dos casos, se estabiliza até à 12.ª semana.

Até então, muitas grávidas têm também de combater enjoos e problemas de circulação.

Também meios e métodos naturais, como por exemplo, acupuntura, podem ajudar contra diversos desconfortos da gravidez. Mas nunca tomes nada por iniciativa própria. Deves sempre seguir os conselhos do teu médico ou da tua médica.

Caso estejas a considerar um parto com a tua própria parteira, é altamente aconselhável marcares já uma data para se conhecerem.


Fotografia: Unsplash

Produtos MAM recomendados para si

MAM Start Organic Garden- Chupeta

Extra pequeno para recém-nascidos

12,38 €
Bomba extratora de leite dupla 2 em 1

Para uma extração de leite materno flexível – a qualquer hora e em qualquer lugar

249,99 €